Sexta-Feira, 19 de Outubro de 2018

Notícias

Quarta-Feira, 06 de Junho de 2018 09:48

TV

SBT ordena e Celso Portiolli passa a apresentar antigo formato de Silvio Santos

Ele irá ao ar no dia 12 de junho, dia dos namorados, e já foi gravado por Celso

Apontado como o “sucessor natural de Silvio Santos” no SBT, Celso Portiolli recebeu uma missão no canal: apresentar um dos quadros mais clássicos da história do programa do patrão, o Em Nome do Amor, de acordo com o colunista Ricardo Feltrin.

Trata-se de uma versão nacional do programa espanhol Lo que Necessitas Es amor, que foi um dos responsáveis pelas maiores audiências do SBT no final dos anos 90, quando a emissora disputava cada ponto no Ibope com a Globo na Grande São Paulo.

O quadro consiste em um admirador secreto se declarar para alguém em rede nacional, pagando o maior mico diante de todo o Brasil. Foi uma atração que divertiu muito o público há duas décadas e retornará como especial da emissora no YouTube.

Ele irá ao ar no dia 12 de junho, dia dos namorados, e já foi gravado por Celso. O conteúdo é um dos primeiros gravados pela emissora de Silvio Santos exclusivamente para a internet, podendo voltar a virar um programa de TV, dependendo da repercussão.

Além disso, ele é o primeiro dos vários projetos que o SBT prepara para o YouTube, onde lançará em breve uma grande plataforma de “programas testes”. Maisa Silva também está se preparando para ser uma das primeiras, junto com Portiolli, a estrear um formato.

Celso Portiolli, no YouTube, já conta com mais de 3.5 milhões de inscritos em seu canal, por ter sido um dos primeiros artistas de TV a entrarem nesse novo modelo de produção de conteúdo. Hoje, esse negócio tem se tornado bastante rentável para os famosos.

Fonte: TV em Foco

NOTÍCIAS RELACIONADAS

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}