Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018

Notícias

Quinta-Feira, 11 de Outubro de 2018 10:22

Provocação

Prédio da UFMT é pichado com suástica e número 17

Instituição de ensino não se pronunciou sobre ato de vandalismo; apologia ao nazismo é crime
Prédio da UFMT é pichado com suástica e número 17 Símbolo do nazismo com número de candidato à presidência foi encontrado em bloco da UFMT

O prédio do Instituto de Linguagens (IL) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá, amanheceu pichado com uma suástica nesta quarta-feira (10).

Na pichação, uma das pernas do símbolo do regime nazista se transformou no número 1. Ao lado, foi desenhado o 7, numa referência ao número do candidato a presidente Jair Bolsonaro, 17.

Os estudantes da UFMT estão denunciando e criticando o ato em suas redes sociais.

Uma aluna de Comunicação Social condenou o vandalismo em seu perfil no Instagram. Ela ainda alertou sobre os perigos do nazismo e fascismo que ganharam as redes com as eleições.

“Isso estar no Instituto de Linguagens, minha segunda casa, meu lugar, é muito, muito problemático”, publicou.

Até a publicação desta reportagem, a assessoria de imprensa da Universidade não havia informado se a administração irá investigar o autor da pichação e se o símbolo será apagado.

Fazer apologia ao nazismo é crime no Brasil desde 1989 e a pena pode ser de dois a cinco anos de prisão, além de multa.

O nazismo foi o regime adotado pelo ditador Adolf Hitler na Alemanha, entre as décadas de 30 e 40. Pregava, entre outras coisas, a superioridade da raça ariana e o extermínio de judeus e outros grupos étnicos. 

Fonte: Mídia News

NOTÍCIAS RELACIONADAS

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}