Segunda-Feira, 25 de Junho de 2018

Notícias

Quarta-Feira, 06 de Junho de 2018 09:55

Reflexos

Paralisação dos caminhoneiros gera queda de 5% nas vendas de veículos novos

De janeiro a maio, houve alta de 26,4% para todos os segmentos somados em Mato Grosso
Paralisação dos caminhoneiros gera queda de 5% nas vendas de veículos novos ( Foto: Reprodução )

A paralisação dos caminhoneiros, que durou quase 10 dias em todo o país, atingiu as vendas de veículos em maio, que cresceu mais de 30% em Mato Grosso. Considerando todos os segmentos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos, implementos rodoviários e outros), houve queda de 5,12% em relação a abril. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Somente no período das paralisações, o movimento nas concessionárias reduziu entre 30% e 70%. No último mês em Mato Grosso foram emplacados 7.640 veículos, sendo que em abril registrou-se 8.052 veículos no Estado. Ou seja, foram vendidos 412 veículos a menos nesses 31 dias.

Ainda assim, em maio de 2018 vendeu-se um pouco a mais que maio do ano passado. Considerado um ano de crise, 2017 chegou a registrar a saída de apenas 6.977 veículos das concessionárias, porém, mesmo com a queda, são 663 veículos a mais vendidos neste ano.

No Brasil, a situação não foi diferente, foram emplacados em maio 285.775 veículos, em abril foram registradas 311.165 unidades, contabilizando uma queda de 5,2%.
Acumulado

De janeiro a maio, houve alta de 26,4% para todos os segmentos somados em Mato Grosso. "Mas o setor poderia ter fechado maio deste ano com resultados melhores não fosse a paralisação no transporte rodoviário de cargas. Praticamente todas as montadoras interromperam as entregas às concessionárias", comentou Paulo Boscolo, diretor da Fenabrave – Regional-MT.

"Esperamos que os resultados de junho não sejam tão prejudicados, mas deve sim sofrer um impacto. A grande maioria das pessoas se preocuparam com outras coisas, como abastecer e trocar de carro deixou de ser prioridade nestes dias.  Percebemos que a confiança do consumidor ainda está abalada", completou Boscolo.

Confira o acumulado do ano por segmento:

Automóveis e comerciais leves

No acumulado do ano, foram vendidos 18.033 nos primeiros cinco meses deste ano, enquanto que em 2017 foram 14.236, um aumento de 26,67%.
Caminhões e ônibus

De janeiro a maio, em 2018, foram emplacados 1.155 veículos, já em 2017 foram 665, um crescimento de 73,6%.

Motos

O emplacamento de motocicletas apresentou variação para mais de 19,69%. Foram 15.052 unidades neste ano contra 12.576 no ano passado.

Implementos rodoviários

Neste ano já foram comercializados 1.341 implementos e em 2017, as vendas ficaram em 623 unidades, um crescimento de 115,2%

Fonte: Olhar Direto

NOTÍCIAS RELACIONADAS

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}