Terça-Feira, 14 de Agosto de 2018

Notícias

Segunda-Feira, 07 de Maio de 2018 14:59

Araguaia

Estelionatários utilizaram documentação falsa para consumir uísque em bar

Depois de tomar certa quantia, os três indivíduos que são de Nova Xavantina, quebravam copos e garrafas e compravam outras
Estelionatários utilizaram documentação falsa para consumir uísque em bar ( Foto: Ilustrativa )

Três pessoas foram presas pelo crime de estelionato no município de Barra do Garças. Eles utilizaram documentação falsa e o cartão de crédito de outra pessoa para consumir uísque no estabelecimento comercial Território 66, no bairro Cidade Velha, na noite deste domingo (06.05).

Os dois homens e uma mulher não portavam documentos pessoais. Eles se passaram pela pessoa de D.A.S., apresentando a  respectiva documentação (cartão de débito poupança da Caixa Econômica Federal, cartão CPF e SUS, uma Carteira Nacional de Habilitação).

Segundo informações da Agência Regional de Inteligência (ARI) a vítima encontra-se desaparecida até o momento, conforme Boletim de Ocorrência registrado no Estado de Goiás.

Os três suspeitos Danilo Marin Curti, 30 anos, Jhonatan Almeida da Silva, 25, e Miriane Barreto da Silva, 21, possuem passagem pela polícia respondendo inquéritos por diversos crimes: roubo, tráfico, associação ao tráfico, entre outros.  E não souberam informar a origem da documentação que estavam utilizando.

De acordo com o proprietário do estabelecimento, os suspeitos estavam fazendo algazarra no local, quebrando copos e garrafas de whisky, e na sequência compravam outra garrafa. O fato chamou atenção também dos clientes que estavam no local.

Quando a viatura da Força Tática do 5º Comando Regional se aproximou, os suspeitos tentaram fugir do local, mas foram  detidos e informaram que são moradores de Nova Xavantina.  A veracidade da denúncia foi constatada pelos policiais, como a desordem ocasionada no ambiente e a localização dos documentos da vítima em posse dos suspeitos.

Depois de confeccionado o Boletim de Ocorrência na Central de Atendimento, os suspeitos foram conduzidos para a Polícia Judiciária Civil.

Fonte: Redação Olhar Alerta

NOTÍCIAS RELACIONADAS

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}