Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018

Notícias

Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018 15:34

Araguaia

4 cidades estão em ação de combate ao analfabetismo que beneficiará mais de 9 mil pessoas

Somente no último ano, o projeto alfabetizou 4.679 jovens e adultos, em 20 municípios mato-grossenses
4 cidades estão em ação de combate ao analfabetismo que beneficiará mais de 9 mil pessoas ( Foto: Reprodução )

Mais de 9 mil pessoas deverão ser retiradas da escuridão do analfabetismo em Mato Grosso somente em 2018, por meio do Muxirum da Alfabetização, projeto de combate ao analfabetismo desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer. Neste ano, 10 municípios já aderiram ao projeto que tem como objetivo levar mais dignidade aos cidadãos.

Em 2018, o Muxirum também contará com turmas em Alto Paraguai, Denise, Diamantino, Juara, Nortelândia, Nova Mutum, Peixoto de Azevedo, Santo Afonso, Sinop e Sorriso.

Somente no último ano, o projeto alfabetizou 4.679 jovens e adultos, em 20 municípios mato-grossenses. A iniciativa atendeu 486 turmas, em sua maioria pessoas na faixa etária acima de 50 anos, principalmente em áreas rurais.

Até o final do mês de março, 1,2 mil pessoas dos municípios de Barão de Melgaço, Bom Jesus do Araguaia, Campo Verde, Confresa, Planalto da Serra, Porto Alegre do Norte, Porto dos Gaúchos, Santa Carmem e Vila Rica deverão concluir a primeira etapa do programa.

Marianeide Alves Pereira Gomes, de 56 anos, do município de Porto dos Gaúchos, é uma dessas pessoas. “Eu tinha muita vergonha de tudo, de ir no mercado e não ler os produtos, de não conseguir assinar o meu nome, tudo era só com o dedão, mas agora já está tudo mudando”, disse.

A aluna destacou também a importância da alfabetizadora Cintia dos Santos Castro Prado durante todo esse processo. “Ela me ajuda muito, tem muita paciência. Eu achava que nunca conseguiria ler nada, mas ela mudou tudo isso”.

O secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, ressaltou a importância do programa na vida dos mato-grossenses. “Se fosse para alfabetizar só a dona Marianeide, de Porto dos Gaúchos, a implementação do Muxirum já teria valido a pena. Mas, hoje, temos quase 5 mil pessoas alfabetizadas, com uma nova vida através, com a luz da leitura pela frente”.

Em Mato Grosso, existem mais de 178 mil analfabetos absolutos, pessoas que não dominam as noções mais rudimentares de leitura e escrita, sendo incapazes, por exemplo, de ler e escrever um simples recado. Este número representa 7,1% da população acima de 15 anos. A meta até 2019 é reduzir para 6,5% o índice de analfabetismo.

No ano passado 20 municípios aderiram ao projeto piloto - Acorizal, Barão de Melgaço, Bom Jesus do Araguaia, Brasnorte, Campo Verde, Chapada dos Guimarães, Confresa, Ipiranga do Norte, Jangada, Nobres, Nossa Senhora do Livramento, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Porto Alegre do Norte, Porto dos Gaúchos, Rosário do Oeste, Santa Carmem, Tapurah, Várzea Grande e Vila Rica.

De acordo com o coordenador do projeto, Abílio Camilo Fernandes, para o ano de 2018 o desafio é maior, pois a meta é alfabetizar 9.050 pessoas em 21 municípios. “No projeto deste ano vamos fortalecer a parceria com as prefeituras e também buscar novas parcerias, principalmente com federações, igrejas, associações, clubes entre outros segmentos da sociedade para poder alcançar ainda mais pessoas”, afirmou.

Muxirum

A previsão de início dos cursos é para o dia 2 de abril e término em 29 de setembro. O curso tem duração de 270 horas, em no máximo 108 dias, com 10 horas por semana.

Os coordenadores locais e alfabetizadores são voluntários e recebem uma bolsa para auxiliar nas suas atividades, os alfabetizadores e alfabetizandos recebem todo material pedagógicos para as suas atividades didático-pedagógicas.

Fonte: Midía News

NOTÍCIAS RELACIONADAS

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}